Participantes contam como a Feira da Comunidade mudou suas vidas

12

Integrando as comemorações do “Yom Haatzmaut”, aconteceu neste domingo, 07 de maio, no Salão Marc Chagall, de A Hebraica, a 37ª Edição da Feira da Comunidade, realizadapor iniciativa do Departamento de Geração de Renda da Na´amat Pioneiras São Paulo.

O evento, contou com a participação de mais de 70 expositores e uma completa Praça de Alimentação, com diversos serviços e produtos a preços convidativos como roupas, bijuterias, artesanato e produtos judaicos, entre outros.

Em sua 37a edição, a Feira da Comunidade já é um marco na vida de alguns expositores, que no decorrer do ano se capacitam nos cursos oferecidos pela Na’amat em parceria com o SENAC- SP e que enxergam na Feira uma grande vitrine para o seu trabalho.

Este é o caso da Sharon Frances Blecher, que expões suas joias em prata desde a primeira edição. “Eu era professora de hebraico e resolvi mudar de área, fiz um curso de design de joias e fui me aprimorando. Faço questão de participar todas as edições da Feira da Comunidade, pois além do enorme custo benefício, ela é um cartão de visitas para você mostrar o seu trabalho e mesmo depois que ela acaba, as pessoas continuam me procurando”.

Paula Wornovitzky faz biscoitos caseiros, strudel, burekas e comida judaica. “A Feira da Comunidade abriu as portas para o meu trabalho, e gera clientes durante todo o ano. Ela é uma grande vitrine”.

“Há cerca de quatro anos me separei e fiquei em uma situação financeira muito difícil. Foi então que resolvi participar da Feira da Comunidade e ela foi o ponto de partida para que eu desse uma guinada na minha vida”, declarou Monique Wahba, que produz e comercializa aventais personalizados, panos de prato e nécessaires.

“Assim que abri a minha empresa, comecei a expor na Feira da Comunidade. Naquela época eu apenas comprava e estampava blusas. Hoje o meu negócio cresceu e eu fabrico uma coleção inteira com blusas, calças, saias e vestidos. Participo de todas as edições do evento, e além de excelentes vendas, vejo a clientela aumentando cada vez mais”, comemora Ieda Perlov Levy.

“Um dos objetivos da Na’amat é elevar o status de mulher e contribuir para que ela possa se desenvolver profissionalmente e ter seu espaço na família e na sociedade. A Feira da Comunidade é o ponto forte do Departamento de Geração de Renda, pois é neste momento que muitas mulheres podem mostrar à comunidade o seu trabalho, seja através da divulgação dos seus serviços ou da venda de seus produtos. Sentimos um enorme prazer em realizar este trabalho”, frisou Miriam Doris Lilienfeld, coordenadora do Departamento de Geração de Renda da Na’amat Pioneiras São Paulo.

“Nosso intuito sempre foi o de ajudar pessoas que estavam recomeçando a vida ou empreendendo. Temos aqui alguns exemplos de expositores que estão conosco há 18 anos e que hoje estão muito bem profissionalmente, o que nos dá um enorme prazer e a sensação de missão cumprida”, declarou a presidente da Na’amat Pioneiras São Paulo, Leonor Szymonowicz.

“A Feira da Comunidade é a concretização do trabalho do Departamento de Geração de Renda, que durante todo o ano oferece diversos cursos de capacitação realizados em parceria com o SENAC- SP. Todo esse trabalho culmina com a Feira da Comunidade, onde as pessoas têm a oportunidade de expor seus produtos e serviços e mostrarem o seu trabalho para a comunidade e para o público em geral”, complementou a presidente da Na’amat Brasil, Clarice S. Jozsef.

A realização da 37ª Feira da Comunidade foi do Departamento de Geração de Renda da Na´amat Pioneiras São Paulo,com parceria da A Hebraica e apoio da Federação Israelita do Estado de São Paulo.