Conib e Federação participam de encontro do American Jewish Committee em Washington

37

Uma delegação da Confederação Israelita do Brasil (Conib) e da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), liderada pelo presidente Fernando Lottenberg, participou nesta semana em Washington do Fórum Global do AJC – American Jewish Committee.

A organização, fundada em 1906, recebeu em sua convenção os presidentes da Romênia e de Chipre, os ministros de Relações Exteriores da Itália, Áustria, Japão e Cingapura, a ex-ministra de Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, o filósofo francês Bernard Henry-Lévy e especialistas de diversas áreas, ligadas ao judaísmo e Israel.

Tzipi Livni e Bernard Henry-Lévy falaram sobre as “Perspectivas judaicas sobre tendências globais”. Para marcar o 50º aniversário da Guerra dos Seis Dias, um painel de jornalistas israelenses debateu as repercussões dos conflitos na região e os esforços para a paz. Também foi discutida a relação entre negros e judeus nos EUA e se ainda existe uma agenda compartilhada entre as duas comunidades, décadas depois do Movimento pelos Direitos Civis.

O presidente da Conib falou sobre a situação política no Brasil e as ações da Conib nestes últimos meses, destacando a Missão Parlamentar que esteve em Israel em fevereiro, a aplicação da Lei Antiterrorismo e a mudança de datas no Enem, entre outros itens.

Na capital norte-americana, Lottenberg e Berkiensztat encontraram o embaixador do Brasil, Sérgio Amaral, o CEO do AJC, David Harris, e o correspondente do jornal Valor Econômico, Juliano Basile, que participou de um painel de jornalistas sobre a América Latina.

“Mais uma vez, a organização e a qualidade dos conteúdos apresentados durante o Global Fórum impressionaram. Pudemos estar em contato com figuras relevantes da política, do jornalismo e da academia, que apresentaram temas atuais com densidade. Também foi uma oportunidade de apresentarmos nossas questões e trocarmos informações com líderes comunitários de vários países, projetando a comunidade judaica brasileira no cenário internacional”, avaliou o presidente da Conib, Fernando Lottenberg.

“O Global Fórum do AJC é sempre muito inspirador. Escutamos de protagonistas da história os principais desafios que o mundo atravessa no momento, como os Estados Unidos sob a presidência de Donald Trump e os 50 anos da reunificação de Jerusalém. Também recebemos o apoio de grandes líderes mundiais. É fundamental que as lideranças da comunidade estejam presentes em encontros como esses, que nos revigoram e trazem sempre muita informação”, declarou o presidente executivo da Fisesp, Ricardo Berkiensztat.

Muitos jovens compuseram a delegação brasileira: Ilana Meiches, Debora Heller, Laura Hauser, Daniel Gerstler, Marco Candi, Alberto Diwan, Sebastian Wattenberg, Ilan Cuperstein, Ricardo Kluger, André Lajst, e Ariel Krok.