Professora do Instituto Weizmann de Ciências explica como as tecnologias arqueológicas mais recentes mudaram o que se conhecia da cronologia de Jerusalém

67

Grupo de Amigos do Weizmann do Brasil e a Congregação Israelita Paulista (CIP) realizam, no dia 26 de fevereiro, segunda-feira, às 19h30, na CIP (Rua Antonio Carlos, 653), welcome coffe seguido da palestra   “Ajustando o relógio em Israel: Microarqueologia mudando a cronologia de Jerusalém”.

A palestra será ministrada pela  Profa.  Elisabetta Boaretto, do Núcleo de Arqueologia Científica e diretora do Centro Kimmel para Ciências Arqueológicas e do Laboratório de Datação por Radio-carbono D-REAMS do Instituto Weizmann de Ciências.

Recentemente, pesquisas lideradas pela Profa. Boaretto tiveram grande impacto. Seus dados atribuíram a uma enorme torre de pedra construída sobre a fonte de Gihon, essencial para a sobrevivência dos habitantes da antiga Jerusalém, uma origem mil anos mais tarde do que o que se supunha.

No Instituto Weizmann de Ciências, a contagem de átomos de C14 em uma amostra é realizada com um acelerador de partículas, de forma que pode gerar resultados precisos em objetos do tamanho de uma semente.

O evento contará com a participação do pesquisador brasileiro André Zular, primeiro bolsista brasileiro da Escola de Verão do Weizmann em 1983, e que atualmente faz pós doutorado no laboratório da Profa. Boaretto no Instituto Weizmann.

A palestra  será em inglês mediante inscrições (enviar nome e RG)  para o  email [email protected].

Evento: Palestra com a Profa.  Elisabetta Boaretto do Instituto Weizmann de Ciências

Tema:   “Ajustando o relógio em Israel: Microarqueologia mudando a cronologia de Jerusalém”

Data: 26 de fevereiro de 2018  – segunda-feira

Horário: 19h30 –  welcome coffe
20h – palestra

Local: Congregação Israelita Paulista (CIP) –Rua Antônio Carlos, 653