Vacina universal contra todas as cepas de Influenza entra em fase avançada de pesquisa no Instituto Weizmann

82

Diferente de outras doenças infeciosas, a influenza requer uma vacina nova todo ano. A vacina universal, que possa ser utilizada uma vez na vida, é o sonho de muitos. Depois de pesquisas clinicas exitosas envolvendo 700 participantes, a vacina universal desenvolvida no Instituto Weizmann de Ciências de Israel, entra na Fase III, última antes da aprovação pela FDA.

A vacina potencialmente capaz de proteger por muitos anos e de todas as cepas foi desenvolvida pela Prof. Ruth Arnon, do Departamento de Imunologia do Instituto Weizmann de Ciências e ex- presidente da Academia de Ciências de Israel.

A Profa. Arnon é pioneira em uma forma de terapia que utiliza peptídeos sintéticos para estimular resposta imune. Nos camundongos vacinados com a vacina sintética, o time da profa. Arnon conseguiu 100% de proteção contra diversas cepas de vírus da influenza por um período que, em humanos, corresponde a várias décadas. O mesmo aconteceu com os camundongos humanizados, na pesquisa compartida com o Prof. Yair Reisner, também do Instituto Weizmann de Ciências.

Patenteada pela profa. Arnon e sua ex estudante e pesquisadora associada, doutora Tamar Ben Yedidia, a tecnologia foi licenciada pela empresa BiondVax que finalizou o desenvolvimento da vacina.

A Profa Arnon também foi a co-desenvolvedora do Copaxone, droga contra a esclerose múltipla que responde a um terço do mercado.

Saiba mais em: http://www.weizmann.ac.il/WeizmannCompass/sections/briefs/one-shot-strategy