Juventude da comunidade judaica inaugura dois novos espaços de atividades em SP

53

No último sábado (9), Ricardo Berkiensztat, Presidente Executivo e Henry Gherson, Assessor Executivo, estiveram presentes na inauguração da nova sede do movimento juvenil Hashomer Hatzair. O movimento centenário, que atua no Brasil desde a década de 40, está reabrindo sua sede em São Paulo, fechada desde 2009. A nova sede leva o nome do escritor Amos Oz e fica nos Jardins, na Rua Caçapava.

Este é um projeto com apoio Sinagoga Beth-El, demonstrando que parcerias onde todos ganham pode ser uma excelente oportunidade de atuação comunitária. O Hashomer fará parte do trabalho educativo das crianças e dos jovens, e o rabino dará suporte educacional e de conteúdo para a realização das atividades do movimento juvenil, quando necessário além de apoio institucional por parte da Beth-El para algumas das atividades desenvolvidas pelo movimento.

No domingo (10), Ricardo e Henry estiveram acompanhados do presidente da Federação Israelita de São Paulo, Luiz Kignel, na inauguração do movimento juvenil judaico sionista “Betar”. O Betar está presente no Rio de Janeiro, Porto Alegre e em 12 diferentes países, com sua sede em Jerusalém. Depois de 95 anos de existência, será refundado na cidade de São Paulo e ocupará um andar no Makom. O objetivo é criar um ambiente em que o jovem judeu paulista possa ter um contato enriquecedor com a comunidade judaica, com o sionismo e com Israel.

“Os movimentos juvenis são o maior celeiro de preparação de lideranças, onde os jovens se envolvem com a comunidade e conhecem seus desafios. Eles são o melhor mecanismo de garantia de sucessão comunitária e de preparo para as novas lideranças. A Fisesp está com portas abertas para os movimentos juvenis, dando todo o suporte necessário para que eles possam buscar espaço dentro da comunidade”, finalizou o presidente da Fisesp, Luiz Kignel.

Inauguração do movimento juvenil “Betar” em SP
Inauguração da nova sede do “Hashomer Hatzair”