Encontro Nacional das Escolas Judaicas abordou a excelência ligada à tradição e inovação

16
Participantes do 5º Encontro Nacional das Escolas Judaicas - Crédito Fotográfico: Eliana Assumpção

A Conib realizou, no dia 31 de março, o 5° Encontro Nacional das Escolas Judaicas, em parceria com o Instituto Samuel Klein e apoio da Agência Judaica e Colégio Renascença.

O evento tem como principal objetivo a reflexão sobre a educação judaica no país. Esse ano, foi realizado na nova sede do Colégio Renascença, em São Paulo e contou com a presença de diretores e coordenadores das escolas judaicas de diversas partes do Brasil.

Pela manhã, Fábio Tran, diretor da Omidyar Network, e Paulo Blank, psicanalista e educador, abordaram o tema da cultura de excelência, relacionada a tradição e inovação. Este painel teve a moderação do Eduardo Wurzmann. Fábio falou sobre os benefícios que a tecnologia pode ter dentro da sala de aula, como forma de potencializar o trabalho e ser uma ótima ferramenta para os professores. Já Paulo Blank falou sobre manter o pensamento crítico e normativo em relação à religião, e que o ensino judaico, deve ser pensando de forma que atraia o interesse dos alunos, não apenas como uma aula de tradições religiosas, mas sim como uma experiência relevante e atualizada para os dias atuais. Isso é um aspecto que, segundo ele, contribuirá com a excelência da rede das escolas judaicas.

Em seguida, divididos em dois grupos, os convidados discutiram sobre o ecossistema da educação judaica. Os participantes trocaram experiências sobre como elaborar diálogos com os alunos em torno de assuntos polêmicos e de diferenças ideológicas. Concluíram que estar aberto à comunicação e discussão é a base para desenvolver competências nobres.

Como manter as escolas judaicas no radar dos pais também foi um assunto muito discutido, já que, na cidade de São Paulo por exemplo, existe ainda um enorme potencial de atração para novos alunos. Esta realidade se aplica para todas as demais escolas formais ou complementares do pais.

No período da tarde, o pastor Ivan Goés apresentou o modelo de governança e gestão da rede das escolas adventistas, com o objetivo de apresentar situações que poderão ser replicadas para a rede das escolas judaicas brasileiras.

Um dos momentos significativos do 5° Encontro foi a abordagem sobre a importância da Escolas Judaicas dentro de uma comunidade pequena. O painel contou com a participação de Jânio Alves, diretor geral do Colégio Israelita Brasileiro de Porto Alegre, e Jader Tachlitsky, do colégio Moysés Chvartz de Recife.

O evento terminou com uma apresentação sobre o Projeto CONECTEINU, seus 3 anos de existência e as perspectivas para o futuro, em um novo modelo de governança e gestão.

“Foi um dia muito especial para a educação judaica Brasileira. Este evento já é um marco importante para os atores envolvidos com a educação judaica ano Brasil”, disse Sérgio Napchan, Diretor Geral da Conib.