Programa de Inclusão Social é lançado pela Federação Israelita SP

415

Na noite da última quarta-feira (04/03), foi lançado na sede da Federação Israelita do Estado de São Paulo o novo Programa de Inclusão Social, que propõe ações para o enfrentamento do isolamento, empobrecimento e envelhecimento da comunidade judaica.

O programa consiste em 6 frentes de trabalho (Projeto Idoso, Projeto LGBTQ+, Projeto Voluntariado, Projeto Pessoas com Deficiência, Sistema Único Social Judaico e Cooperativa de Crédito) e surge como uma resposta ao momento desafiador tanto para as instituições como a própria comunidade na busca pelo acolhimento de quem, por algum motivo, não pode desfrutar plenamente da vida comunitária.

Responsável pela criação do programa, Ruth Goldberg, deu as boas-vindas a todos os membros e apresentou o responsável por cada frente de trabalho, que explicaram seus objetivos.

“Nosso objetivo é, em conjunto com as entidades federadas, criar soluções coletivas para melhorar a qualidade de vida dos membros da comunidade judaica paulista, que vivem limitações em função do isolamento, empobrecimento e envelhecimento”, destacou Ruth.

O presidente da Federação, Luiz Kignel, também lembrou que cada vez mais pessoas solicitam ajuda dos serviços sociais comunitários. “Com aumento da expectativa de vida da população brasileira, com empobrecimento da classe média brasileira, o impacto sobre a nossa comunidade também será significativo nas próximas décadas”, destacou.