Emoção marca transmissão de cargos da nova diretoria da FISESP

147

A Hebraica foi palco nesta segunda-feira, 29 de novembro, do jantar de transmissão do cargo da nova diretoria da Federação Israelita do Estado de São Paulo, entidade que representa oficialmente a comunidade judaica paulista. O advogado Luiz Kignel, à frente da Fisesp por quatro anos, “passou o bastão” para o cardiologista e vice-presidente do Hospital Albert Einstein, Marcos Knobel.

Autoridades como o governador João Doria, o deputado Heni Ozi Cukier, o secretario da Casa Cívil Ricardo Tripoli (representando o prefeito Ricardo Nunes), o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Milton Leite, a vereadora Cris Monteiro, o vereador Daniel Annenberg, o prefeito de São Vicente, Kayo Amado, o cônsul de Israel, Rafael Erdreich e o vice- cônsul Aviel Avraham prestigiaram o evento juntamente com rabinos, lideranças da comunidade e convidados.

Em discurso, o governador João Doria destacou sua proximidade com a comunidade judaica desde muito jovem quando estudou no Colégio Rio Branco e fez muitos amigos que fazem parte de sua vida e de sua história. “Tenho o maior respeito pelo que a comunidade judaica representa em São Paulo, no Brasil e no mundo: pela sua luta, fé, força de trabalho, dedicação, perseverança, humanismo e a solidariedade que essa comunidade expressa, não apenas entre ela, mas também com a sociedade maior”.

Os presidentes da Conib, Claudio Lottenberg e da Hebraica, Fernando Rosenthal, o cônsul de Israel, Rafael Erdreich, o secretário Ricardo Tripoli, a secretária Celia Parnes (por vídeo) o vereador Milton Leite, também discursaram.

A ativista comunitária e diretora da Fisesp Vera Bobrow e o secretário Jean Gorynchtein foram homenageados e presenteados com uma obra da jovem artista plástica Suzi Gross. A festividade de Chanuká também foi lembrada com o acendimento da segunda vela.

Emocionado, Luiz Kignel homenageou toda sua diretoria e equipe da Fisesp e apresentou um balanço de seus dois mandatos que segundo ele, tiveram como pano de fundo a inclusão, em suas mais diferentes formas, e que foram totalmente diferentes por conta dos desafios impostos pela Covid, quando pela primeira vez na história da comunidade, Sinagogas, escolas e entidades foram obrigadas a fechar suas portas. Kignel também destacou os avanços nas questões de violência doméstica, na causa LGBTQIA+, na educação judaica, no diálogo Inter-religioso e na segurança comunitária. “De maneira inédita estamos disponibilizado um relatório digital no site da Fisesp (fisesp.org.br/relatorio) com vídeos onde os diretores apresentam um pouco do trabalho realizado e convido todos a acessarem”.

“Nesse momento de tantas divisões e confrontos temos a obrigação de dialogar, sem confrontar, de respeitar a opinião dos outros, sem convencer e agindo assim, ganhamos espaço. Em uma discussão, o que menos importa é quem tem razão. Desejo que nossa comunidade siga unida e forte. Marcos Knobel que vai assumir a Fisesp, é vice-presidente do Einstein e já cuida de uma área enorme da saúde comunitária e participou ativamente da liderança de um projeto comunitário, por conta da Covid – 19, se mostrando totalmente capaz para liderar a nossa comunidade, onde vai poder tocar os projetos e abrir bandeiras novas, por que essa é a missão, mantermos o que já temos e agregar coisas novas para a comunidade”, destacou.

Na nova diretoria, Marcos Knobel terá Miriam Vasserman como vice-presidente, Gilson Finkelsztain como tesoureiro e Rafael Nasser como secretário geral. Ele assume o cargo em 1º de janeiro de 2022, onde fica até o final de 2023.

“A gestão do Luiz foi caracterizada pelo empoderamento de toda a diretoria da Fisesp, ele fez com que chegássemos muito mais longe do que imaginávamos, o que considero de fundamental importância para um líder da comunidade de São Paulo. O sangue da filantropia sempre esteve presente em minha vida e na da minha família. Espero estarmos cada vez mais engajados na vida judaica, trazendo bons exemplos não só para meus filhos, mas também para a juventude judaica”, pontuou o novo presidente.

Luiz Kignel, governador João Doria e secretário Jean Gorynchtein
Denise Antão, Daniel Bialski e Fernando Lottenberg acendem vela de Chanucá
Luiz Kignel e Ruth Goldberg homenageiam o secretario Jean Gorynchtein e a ativista Vera Bobrow
Marcelo e Jean Gorynchtein, Marcos Knobel, Milton Leite e Luiz Kignel
Luiz Kignel, Sheik Mohamad Al Bukai e Ricardo Berkiensztat
O cônsul Rafael Erdre3ich, Fernando Lottenberg, Claudio Lottenberg eo Deputado Roberto Tripoli
Luiz Kignel e família
Marcos Knobel e família
Diretoria, voluntarios e profissionais da Fisesp sobem ao palco