Federação Israelita SP participa de ato em memória ao atentado contra a AMIA na Argentina

65
Ricardo Berkiensztat segura cartaz com a foto de uma das vítimas do atentado.

O ato central em memória ao atentado contra a Associação Mútua Israelita Argentina (AMIA), perpetrado há 28 anos, aconteceu nesta segunda-feira, em frente ao prédio da Rua Pasteur, 633, no bairro Once em Buenos Aires.

Como acontece em cada ato, às 9h53, hora exata em que o carro-bomba explodiu contra a sede da AMIA, ouviu-se o som da sirene e, em seguida, os nomes das 85 pessoas que morreram no ataque em 1994.

Com o slogan “Voltamos ao Pasteur”, após dois anos com atividades virtuais por conta da pandemia do coronavírus, o ato voltou ao seu tradicional local.

Ricardo Berkiensztat, presidente executivo da Federação Israelita SP, está em Buenos Aires e participou do ato. “Exigir justiça e punição para os culpados e responsáveis ​​pelo ataque é um imperativo ao qual não renunciamos e no qual todos devemos estar comprometidos “, observou Berkiensztat.