São Paulo faz homenagem a vítimas do Holocausto

470

O São Paulo Futebol Clube entrou em campo na última terça-feira, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, com uma estrela amarela estampada no uniforme de seus jogadores. A intenção foi chamar atenção para data de 9 de novembro. Foi neste dia, em 1938, que entrou para a história a chamada Noite dos Cristais, considerada como o início da perseguição do nazismo aos judeus. Nesse período, a Estrela de David era uma das principais simbologias, justamente para facilitar a identificação de judeus.

O presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Marcos Knobel, esteve presente no estádio do Morumbi e elogiou a iniciativa do clube. “Usar a Estrela de David amarela em seu uniforme, como os judeus foram forçados a carregar pelos nazistas durante a segunda guerra mundial, é um gesto muito importante de que o São Paulo FC abraça a nossa luta diária contra o ódio, preconceito, racismo, antissemitismo e negação do Holocausto”.