Músicos da Orquestra Sinfônica de Jerusalém vão se encontrar com alunos da Orquestra Sinfônica Heliópolis e do Instituto Bacarelli

14

Integrantes da mundialmente respeitada Orquestra Sinfônica de Jerusalém (OSJ) e músicos  da Orquestra Sinfônica Heliópolis, a primeira do mundo em uma favela,  terão um encontro inédito em São Paulo no dia 29 de agosto.

Sob regência do consagrado Maestro Yeruham Scharovsky  e solo de Danielle Akta, a prodígio violoncelista de 19 anos de idade, a  Orquestra Sinfônica de Jerusalém se apresentará na Sala São Paulo, no dia 28 de agosto, em um Concerto Beneficente em prol da   Congregação Israelita Paulista (CIP).

No dia seguinte à apresentação, o Maestro, a solista e alguns músicos vão visitar o   Instituto Baccarelli,  que quebrou diversas barreiras ao formar a Orquestra Sinfônica Heliópolis, que tem  direção artística e regência do renomado Maestro Isaac Karabtchevsky.  Com sua sede na comunidade de Heliópolis,  onde atua há 25 anos, o Instituto oferece ensino musical de forma gratuita, atuando como agente de transformação social por meio da arte.

Vale destacar que  o Maestro Sharovsky tem uma proximidade muito grande com o Brasil. Entre  1998 e 2004,  ele regeu a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), no Rio de Janeiro, onde foi idealizador e fundador da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, em 1999, o que lhe valeu o  título de “Cidadão Honorário do Rio de Janeiro” por sua contribuição artística, social e cultural.

Para firmar a parceira e acertar detalhes do encontro, Eve Pekelman, Raquel Gabel, Simone Kabiljo e Henry Gherson visitaram o Instituto Bacarelli.

“A troca promete ser intensa.  Os integrantes da OSJ vão ministrar uma masterclass para os professores da Orquestra  de Heliópolis e, além de conhecer de perto o Projeto Social, que tem inclusive uma sala batizada com o nome de Zubin Mehta, vão assistir a apresentações  dos alunos da comunidade”, destacou a diretora da CIP Eve Pekelman.

“O Instituto Bacarelli tem uma proximidade que já vem de muitos anos com a CIP, pois o Maestro Bacarelli era um grande amigo do Rabino Henry Sobel (ambos falecidos). Poder restabelecer os laços com a CIP no momento da turnê da Orquestra Sinfônica de Jerusalém  é uma grande oportunidade.  Para os nossos jovens, receber mais uma vez Israel  dentro da nossa casa,  é  um  grande estímulo e motivo de orgulho. Tenho certeza que  tanto o Maestro Sharovsky quanto a  solista Danielle, que tem apenas 19 anos,  têm muito a oferecer para os  nossos jovens”, destacou o diretor executivo do Instituto Bacarelli, Edilson Ventureli.

O Concerto Beneficente com a “Orquestra Sinfônica de  Jerusalém”  tem patrocínio da CSN, Itaú, Bemol, Banco Safra, Rosset e Banco Rendimento, com produção da Interarte e apoio do Consulado de Israel em São Paulo e da Federação Israelita do Estado de São Paulo.   A  realização é  da Congregação Israelita Paulista (CIP) e  do Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo a Cultura.